segunda-feira, 29 de julho de 2013

Um Marco adiado?, por António Ferreira

Este executivo fica na história do Marco. Ao “anular” o contrato em vigor com as “Aguas do Marco” já conseguiu numa instância a condenação em 17 milhões de euros a que se devem juntar os juros devidos. Dizem que em honorários para os assistentes no âmbito deste processo, já terá sido desembolsada a quantia de aproximadamente 2 milhões de euros. Só aqui, no pior cenário, e não contabilizando o investimento não realizado na rede de água e saneamento, temos quase um orçamento municipal “cabimentado”. Pelo caminho o líder da autarquia já anunciou a sua intenção de (com o nosso dinheiro) esgotar todas as possibilidades de recurso, isto é, vai “empurrar o problema com a barriga”. 

Pelos terrenos “invadidos” para a construção da Avenida Europa, dizem que a “ousadia” pode vir a custar uns módicos 4 milhões de euros. 

Manuel Moreira continua a afirmar que paga as obras que faz. No caso de sair vencedor nestas eleições, com que verba pretende pagar?

Estranhamente, o Centro Cultural Casa dos Arcos, dizem-me que terá obtido um financiamento, em aproximadamente 80% mas, por que dificuldades financeiras da autarquia para suportar a parte que lhe competia, ficou adiado. 

O Centro Escolar de Soalhães, financiado em cerca de 85%, não viu a luz porque a autarquia não dispunha da verba correspondente a 15% do investimento. De realçar que para implantar o projeto, a autarquia adquiriu um terreno pela módica quantia de 500 mil euros que posteriormente “descobre” não permitir a construção! Foi-se o projecto do Centro Escolar, mas pode a autarquia dedicar-se à agricultura! 

Se era genuína a vontade de construir o Centro Escolar poderiam seguir a metodologia utilizada no caso “Nanta”. Segundo o que me foi dado ler, terá sido construída uma obra, em terreno que não o permitia, e posteriormente, por proposta da autarquia, foi suspenso o PDM! 

Por oposição o projeto de requalificação urbana, financiado a 85%, não teve qualquer entrave! Opções! 
Este executivo herdou uma Câmara com uma elevada divida e consegue o feito de quase duplicar a divida sem obra. É obra!

8 comentários:

  1. É impressionante o nível de vigarice a que chegou este executivo. Seria bom que estes dados viessem mais a público em flyers para toda a gente ficar a saber as manobras que se fazem para destruir ainda mais o nosso concelho.

    ResponderEliminar
  2. Manuel Couto (sim, dou o nome e se necessário a cara)29 de julho de 2013 às 21:55

    Este presidente é uma assombração no nosso presente e futuro ...
    Ainda bem que há pessoas atentas como o senhor António Ferreira para trazer à tona de água as jogadas nojentas e viscosas de Manuel Moreira e companhia.
    O homem diz que a mudança continua, mas cá para mim ele vai ter é de mudar de ares, pois tenho ouvido por todo o concelho comentários desfavoráveis a este sujeito político.

    ResponderEliminar
  3. Não há qualquer dúvida que este Manuel Moreira não passa de um elitista vaidoso, que só palra e nada diz. É certo que levou o concelho à miséria, vai certamente duplicar a dívida do município e obras só nos outdoors espalhados pelo concelho. Esta criatura deveria ter vergonha por ter paralisado o concelho e pelo mau estar que criou a muitos marcoenses.

    ResponderEliminar
  4. A informação deste post deveria estar inserida no Jornal a Verdade e no JN, para que todos os marcoenses desinformados pudessem ter acesso e ver a vergonha das pessoas que governam o nosso concelho.
    Os marcoenses na hora do voto não devem nunca esquecer-se que estão a eleger a pessoa (S) que vai gerir um pouco das nossas vidas.

    ResponderEliminar
  5. Trabalhei na Soares da Costa em Luanda30 de julho de 2013 às 20:04

    Pena não termos em Portugal as leis de Angola...isso sim, estive lá emigrado e vi bem como se trabalha lá. Este palerma do Moreira, com as leis de lá, já estava caído em alguma valeta, e até eu não teria problemas em ajudar a isso. Mas claro, a sorte bate-lhe sempre à porta, está em Portugal, aqui TEMOS todos que ser muito mansos.

    ResponderEliminar
  6. Alguém me explica o que se passou na Festa de Verão, no sábado á noite..
    Deram-me conta que foi uma desorganização, que a 2ª banda, nãoa atuou e atribuiu responsabilidades á organização, que não estava a dar as condições necessárias...
    Já agora, quem é a organização?

    ResponderEliminar
  7. Se calhar não é publicada porwue não tem fundamento... deve ser mais um boato

    ResponderEliminar